Novo Livro "Nasci de Novo" Como o meu cão-guia Zangão transformou a minha vida 

Este é o primeiro livro de experiências vividas por uma pessoa cega com um cão-guia em Portugal

Nasci de Novo
Oferta Termina dentro de:
29
Dias
14
Horas
09
Minutos
13
Segundos
Até dia 30 de Junho

Bónus

Com desconto a partir de 5€ sobre o preço de venda de 24,97€ e ainda
oferta dos portes de envio para Portugal Continental e Ilhas

Preço de 1 livro - 19,97€ (poupe 5€)
Preço de 2 livros - 34,97€ (poupe 15€)
Preço de 3 Livros - 49,97€ (poupe 25€)

Na sexta-feira ao início da noite do dia 30 de Junho de 2017 , saí pela primeira vez, sozinho, com o meu cão em trabalho, com arnês; sem rede. Enviei uma mensagem ao educador a dizer isso mesmo.

 Ele disse-me para avançar… Com o Zangão aprendi que o importante não é chegar no lugar, mas disfrutarmos do caminho até lá chegar; disfrutarmos sim; os dois. Não apenas eu. Infelizmente, a vida de um cão é muito curta; a melhor forma de resolver é não pensar e disfrutar; eu e o meu cão maroto. 

Neste livro, eu relato um conjunto de episódios transformadores, vividos durante os primeiros três anos com o meu cão guia Zangão, um labrador chocolate gigante e irreverente mas ao mesmo tempo muito concentrado nas suas tarefas, as quais sempre executou de forma segura e eficaz. 

São histórias muito emotivas, que nos ajudam a compreender que a confiança e a fé são mais fortes que o medo; que em vez de “eu não consigo”, a nossa atitude deve sempre ser “como é que eu consigo”. 

Sob a forma de crónicas das minhas experiências, são por mim apresentados episódios inspiradores do quotidiano da dupla e de viagens por nós realizadas, sempre de forma independente e autónoma. Que mais importante que estarmos focados no destino, é disfrutarmos de cada momento da viagem para lá chegar. Viver em pleno o presente! 

Este livro pretende também ser uma homenagem ao cão enquanto espécie, esses fantásticos animais que demonstram uma capacidade de entrega incrível e, aos cães-guia em particular pela transformação que proporcionam na vida de uma pessoa cega, permitindo andar na rua e nos diferentes espaços, de forma absolutamente tranquila, independente e segura. 

Pretendo também ajudar a divulgar o cão guia como solução de mobilidade e a generalizar o conhecimento sobre a sua existência e a forma de lidar com a sua presença. 

Aproveite já esta oportunidade
até 30 de Abril com Bónus únicos! Adquira agora!

Agora é o momento:

Foto de Roseane Soares Sorrindo
Para você saber como um cão labrador, segue de guia a uma pessoa cega de forma independente e segura;
Para visualizar como esta dupla viaja sozinha por todo o País, cidades, praias, transportes;
Para saber como um cão-guia se comporta de forma exemplar nas mais icónicas salas de espetáculo do País como o Coliseu de Lisboa, a Casa da Música, o Campo Pequeno, O Altice Arena, e espaços mais intimistas como o Teatro Municipal de Portimão ou a Casa da Criatividade de S. João da Madeira, entre outros;
Para disfrutar das histórias da presença da dupla, sozinhos em Marrocos;
Para saber o que faz o Zangão, duas horas deitado num restaurante;
Enfim, todo um mundo de emoções e esperança, contadas na primeira pessoa por quem vive essas experiências.
E então o que tenho para si:
Um livro onde reúno dezenas de crónicas, organizadas por seis capítulos, onde descrevo de forma verdadeira, com as emoções que efetivamente vivi em cada momento, todas estas experiências e muitas mais. Começo por numa primeira história, descrever como fiquei cego aos 47 anos, passei por uma fase emocionalmente complicada em 2015, ano ao longo do qual fiz seis operações para, sem resultados, tentar recuperar, como aprendi a me orientar com bengala em 2016 e como em 2017 me foi atribuído o meu cão-guia Zangão.

 Como este último acontecimento trouce a minha vida para um nível de independência e autonomia que eu nem esperava e que nem sequer imaginava serem possíveis! É mesmo incrível… 

Ainda, um livro que quero também seja a minha homenagem e o meu agradecimento ao meu cão-guia Zangão, a todos os cães-guia e ao cão em geral, pela sua capacidade de entrega e disponibilidade, em troca de coisas tão simples como alimentação, cuidado e segurança! Uma grande lição de vida… 
Porque comprar agora?
Para além de ficar com um testemunho emocionante e divertido sobre o quotidiano de um cão-guia com o seu utilizador, ainda vai ter acesso imediato aos seguintes bónus:

Desconto a partir de 5€ e
oferta dos portes de envio para Portugal Continental e Ilhas.
 
Vai receber um voucher do Hospital Veterinário de São Bento, Lisboa, no valor de 15% das faturas, até ao limite de 50€ por fatura, válido para quatro faturas ou durante seis meses, o que ocorrer primeiro – valor 30€;
 
Vai receber um voucher de 15% oferta nos serviços do Pet Hotel Gaia (Hotel Canino/Felino, Creche canina, Treinos Caninos) ou 15% na primeira consulta nas suas unidades médico-veterinárias (inclui o hospital e as clínicas do Grupo HVSM Hospital Veterinário de Santa Marinha, até ao limite de 200€ de valor de fatura e válido durante 6 meses – valor 30€
 
Vai receber um voucher do Centro Veterinário da Praça, São João da Madeira, no valor de 15% das faturas de serviços, até ao limite de 50€ por fatura, válido para quatro faturas ou durante seis meses, o que ocorrer primeiro – valor 30€;
 
Vai receber um voucher do Instituto Animal no valor de 15% de desconto na inscrição do “Programa de Obediência para Cães Jovens e Adultos” cujo preço é de 150,00€ e válido durante seis meses - valor 22,50€

Valor que pode receber de volta na compra do livro, acumulado de todos os benefícios 112,50€
Todos os bónus são cumuláveis entre si mas não o são com outros em vigor noutras campanhas da mesma Instituição.
Para quem não é este livro: 

Se você não gosta de animais e de cães em particular;
Se não tem curiosidade em saber como é o cotidiano de um cão-guia;
Se não acredita, apesar de tudo, que o cão-guia é um animal que ajuda a pessoa cega de forma comprometida e dedicada;
Então este livro não é para si. 

Mas, mesmo assim, ainda tenho uma solução para lhe sugerir: Se conhece alguém que se possa identificar com os valores e com as histórias aqui presentes, pode sempre aproveitar estas condições especiais e fazer um brilharete junto dessa pessoa! Certo?
João da Silva
O meu nome é Jorge Paiva

Sou licenciado em economia pela Faculdade de Economia do Porto, natural de Sta. Maria da Feira, Portugal e tenho 53 anos. 

Trabalhei sempre como assessor de negócios e consultor fiscal. Tendo nascido com baixa visão, fiquei cego aos 47 anos, no ano de 2015 durante o qual fiz seis intervenções que no entanto não conseguiram reverter o processo. Iniciei ainda durante essa fase, um rápido caminho de recuperação da mobilidade que culminou em 2017 com a atribuição do meu cão guia Zangão.

 A recuperação que tal possibilitou, foi fonte de inspiração para um intenso processo de transformação da minha vida, tanto a nível pessoal, como profissional. Foi como nascer de novo!

O que diz quem já leu o livro?

Franklin Gonçalves: Jorge, Acabei de ler as tuas fantásticas aventuras com o Zangão - Cão Guia! Os meus parabéns. Gostei muito e, ao ler-te, ainda fico mais apaixonado pelos animais. Muito obrigado pelo teu contributo para o conhecimento dos cães-guia com as suas admiráveis características. Um grande abraço! Admiro-te muito. 24 de janeiro de 2021
Cinda Baião: Olá Jorge , adorei ler o livro! Muito bom ! Segui todas as peripécias e foi como se estivesse ao vosso lado ou a ver o filme! Foi tão bom que o vou reler novamente! Obrigada Jorge e Zangão, obrigada de coração 19 de janeiro de 2021
Lena Teixeira: Não podia deixar de comprar pelo amor aos animais, em especial aos cães, porque estive para ser família de acolhimento mas optei por realizar um sonho: ter uma labradora amarela, e seguir a via das terapias assistidas por animais. 3 meses após o falecimento do meu grande amor Kyara, deram-me a Mokka que é igual ao Zangão - Cão Guia e confirma-se: os labradores chocolates são qualquer coisa. Por fim, tinha de comprar o livro porque a amizade mesmo virtual é isto, porque adoro ler as aventuras desta dupla e porque LABRADORES RULE ALWAYS <3 <3 muito sucesso a ambos. 27 de novembro de 2020
Luisa Almeida: Viva. Recebi o livro dia 22 dezembro. Esta semana começarei a ler. Adorei a dedicatória. 3 de janeiro de 2021
Aldina Mendes: Linda história. 10 de janeiro de 2021
Dina Neves: O meu livro foi um presente de Natal, assinado pelo autor, o que lhe agradeço. Devorei o livro em dois dias. Somos família de acolhimento, ainda com pouca experiência, pelo que todas as histórias tiveram para mim um significado especial. E só me sinto ainda mais motivada para continuar a colaborar com a Escola de Cães-Guia. Fico a aguardar o novo livro, com a aventura pela Europa. Abraço e festinhas para o Zangão. 12 de janeiro de 2021
Maria Judite Pinho: Jorge ..gostei imenso de ler o teu livro. Acabamos por viajar contigo e com o teu adorado Zangão. 26 de janeiro de 2021
Margarida Freitas: Não tenho palavras! 27 de janeiro de 2021
M Clara Ferreira: Vocês são fantásticos 26 de janeiro de 2021
Graça Rodrigues: Também eu estou já quase a meio é fantástico! Faz nos pensar a cumplicidade entre vós é.. Incrível! Como pode ser um cão tão especial e tão intuitivo com o seu dono! Ser fiel.... Amor incondicional. Parabéns! 6 de janeiro de 2021
Tiago Carmo: O livro descreve os momentos muito bem, muito bom. Quem está deste lado consegue entrar completamente nos momentos, falo por mim, muito bom 5 de janeiro de 2021

O que dizem sobre o meu cão-guia

“No nosso quotidiano, todos nós nos deparamos com cegos que utilizam a bengala branca ou acompanhados de uma pessoa que os guia; mas quantos têm um cão-guia? 

A partir de hoje, todos podem estar mais atentos à autonomia, confiança e segurança que o cão-guia dá e recebe do seu dono. 

E, quando tudo estava sem cor, sem vida, e o sofá era o seu lugar de refúgio durante um longo tempo, o mundo girou, dando uma volta de 180 graus, e os dias passaram a brilhar e a vontade de o conhecer e explorar passou de sonho a realidade. 

Estou certa de que, no final da leitura deste livro, se poderão compreender as dificuldades, alegrias e, sobretudo, aventuras que o Jorge e o Zangão já vivenciaram.”
Alexandra Macedo, docente de orientação e mobilidade
“Nestes 8 anos, tive direito a tudo, ouvi muitos "o cão não pode entrar aqui", "o cão só pode estar aqui com o deficiente e você não é deficiente", "desta vez está autorizada a entrar" (como se fosse uma decisão do gestor do shopping em questão)... Uma imensidão de situações com direito a queixas na polícia e tudo. Tive noites mal dormidas, tive o carro todo vomitado, paredes e portas roídas, cães a caírem na piscina no momento em que íamos para a consoada, etc. Basicamente, tive uma vida pouco monótona, mas nunca estes obstáculos me fizeram desistir de ir onde queria com o cão-guia em formação. 

As pessoas, em geral, precisam de saber que o nosso "trabalho" como família de acolhimento é fundamental para a formação de um cão-guia, pois é essencial que, na fase do treino, o cão seja apresentado a diferentes espaços, situações, cheiros, sons, para que, na fase de trabalho propriamente dito, não estranhe o que o rodeia e possa guiar a pessoa cega em segurança. 

Os meus cães foram a discotecas, casamentos, festas, casinos, concertos, praias, shopping, cinemas, ginásios, universidades, ao meu local de trabalho e tantos outros sítios que ocupariam metade deste livro. Os cães-guia fizeram parte de mim em todos estes anos e fico muito feliz com o sucesso destes maravilhosos seres de 4 patas. 

Entreguei o meu primeiro cão. O segundo foi adotado pois, devido a um problema de pele, não pôde ser cão guia (chorei baba e ranho no dia em que recebi a decisão da escola de Cães-Guia sobre ele). o Zangão, a estrela deste livro, ficou com o Jorge e posteriormente já tive uma outra cadela entregue. De todos os cães que acolhi, o Zangão foi o mais irreverente (dizem que os labradores chocolate são assim, mais "especiais"), foi ele que me deu muitos dos meus cabelos brancos, houve dias em que só me apetecia desistir, em que tudo era demasiado difícil para mim, mesmo sendo ele o meu terceiro cão-guia em formação, mas é maravilhoso ver que, no final, conseguimos formar um cão-guia e entregá-lo a alguém que o adora e com quem partilha da mesma loucura. 

O Jorge e o Zangão são um belo par de jarras, o roque e a amiga, unha e carne, um diz mata e o outro esfola. Resumindo, formam uma bela dupla, que espero que continue a funcionar por muitos anos. Muito sucesso para as vossas aventuras que me fazem ir com a mão à testa de tão loucas que são e que este livro seja mais um sucesso na vossa história."
Rafaela Nobre, família de acolhimento na educação de cães-guia
Feito com
Logo da Klickpages